Grupo Santa Celina

Blog

#SeCuidaComAGente leva coordenação de cuidado às comunidades atendidas pela ONG Gerando Falcões

out 20 - 2020 0 comentários visualizações

 

Pelo menos 400 familiares de alunos da ONG Gerando Falcões, em Ferraz de Vasconcelos, município do Estado de São Paulo, estão participando do programa #SeCuidaComAGente, um movimento liderado pela GSC Integradora de Saúde em parceria com a Dasa e a ONG para levar saúde e qualidade assistencial às comunidades de baixa renda.

 

“No final do ano passado, quando conheci o Edu Lyra, fundador da ONG, começamos a desenhar um projeto alinhado ao nosso propósito como ecossistema, que é gerar acesso à saúde e construir pontes para um país melhor. Atenderíamos os familiares das crianças cuidadas pela Gerando Falcões dentro de um modelo já utilizado pela GSC, o Gestão Saúde 360. Implantaríamos um trabalho de atenção primária e coordenação de cuidado, apoiando esses adultos na conscientização e em uma melhor qualidade de vida com foco na prevenção”, explica Ana Elisa Siqueira, CEO da GSC.

 

Entretanto, com o início da pandemia da Covid-19, foi necessário alterar o foco para o atendimento via telemedicina. “Queríamos levar prevenção a este público, mas vimos, na prática, como a dificuldade de acesso à internet e mesmo o analfabetismo são um obstáculo ainda maior para que a população com menos recursos tenha acesso à saúde”, diz a executiva, relembrando a baixa adesão às consultas doadas pela parceria GSC-Dasa-Rede Ímpar. “Após seis meses de pandemia, o projeto volta ao seu escopo original, que é levar uma medicina preventiva, preditiva, participativa e personalizada a quem mais precisa”, diz.

 

O piloto do projeto #SeCuidaComAGente foi realizado presencialmente no final de agosto, na comunidade de Ferraz de Vasconcelos, com todos os cuidados protocolares de prevenção. Na ocasião, a GSC captou 400 vidas. A partir de agora, elas passam a contar com todo o trabalho de gestão de saúde e coordenação de cuidado, com o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar. Foi disponibilizada uma Central de Saúde 24h, com atendimento de segunda a segunda, para que as pessoas que aderiram ao projeto possam esclarecer dúvidas, obter orientações de saúde e ter uma linha de cuidado personalizada, com gestão de enfermeiros, médicos e realização de exames. “Estamos trazendo saúde para comunidades que entendem que cuidar da saúde é tratar doença e não ser saudável. Vamos mudar este pensamento, incluindo a prevenção nas suas vidas”, afirma a Dra. Dulce Alessi, médica da GSC e líder do projeto #SeCuidaComAGente.

 

Para Bruno Desidério, líder da Gerando Falcões em Poá, Ferraz e Suzano, muitas pessoas da comunidade nunca fizeram exames preventivos. “Essa parceria vai ajudar a instruí-las a cuidar de si e da família”, diz. “Nas comunidades, a população aprende saúde com o que vê na televisão, muitas vezes com fake news. Este é um importante trabalho de conscientização que a GSC está iniciando, de levar acesso à saúde a quem não tem acesso”, completa.

 

 

Confira depoimentos de profissionais que aderiram ao projeto como voluntários:

 

“Sempre me interessei e apoiei ações sociais. É uma tradição da minha família, minhas avós, minha mãe, minha irmã. Trabalhei como médica em algumas empresas do terceiro setor na periferia de São Paulo, na Amazônia e no norte de Minas Gerais. Poder empregar minha experiência para diminuir a desigualdade é algo que me faz feliz. E me apaixonei pelo manifesto da ONG Gerando Falcões. Foi uma identidade imediata.” –  Priscila Baptistão, médica da Rede GSC

 

 

“É uma experiência muito interessante poder levar toda a nossa experiência na saúde suplementar para as comunidades. Com o auxílio de uma equipe multidisciplinar, vamos organizar a gestão de saúde e o acompanhamento do grupo que aderiu ao projeto.” – Letícia Ramos, enfermeira da GSC

 

 

“É um grande sonho idealizado, um pontapé inicial para trazer saúde a essa população e contribuir com essa comunidade.” – Eliziete Gorski, gerente de Implantação e Gestão de Clientes da GSC

 

 

“Este é meu primeiro voluntariado. A captação por telefone é sempre muito difícil. Aqui, frente a frente com eles, noto a diferença de confiança. Empatia é a palavra-chave e as pessoas podem conhecer como o programa é benéfico para a saúde delas. Estamos ensinando prevenção, uma cultura que o brasileiro não tem.” – Igor Artico, Captação de Clientes da GSC.

 

Clique aqui e veja o vídeo do #SeCuidaComAGente

Faça o seu comentário

Após a publicação do seu comentário, ele será avaliado antes de aparecer no nosso site.